AMÉRICA/COLÔMBIA - Camponeses se organizam com um site Internet para superar a pobreza

Terça, 7 Fevereiro 2017 desenvolvimento  

Internet

Toca (Agência Fides) – Uma família de Toca, município de Boyacá, no centro da Colômbia, vítima das perdas anuais do cultivo de cebola, desfrutou seus modestos conhecimentos informáticos para criar uma aplicação do estilo ‘eBay’ para vender o produto de sua terra sem intermediários. Trata-se da Campoagro, premiada como iniciativa de paz e hoje empregada por milhares de camponeses. Toca é uma terra de solos férteis, razão pela qual grande parte dos habitantes se dedica a atividades agrícolas. Todavia, anos atrás, estas atividades começaram a perder rentabilidade para os produtores que, mesmo trabalhando meses na colheita, acabavam passando quase tudo aos intermediários.
Campoagro começou a deslanchar três anos atrás, em concomitância com uma greve nacional dos agricultores, quando representantes do Ministério das Tecnologias da Informação e das Comunicações (MinTic) e seu programa Apps.co foram apresentados nas escolas, com o objetivo de criar negócios através da instrumentação digital.
Dois estudantes de Toca decidiram então apresentar o projeto de um site que oferecesse aos agricultores a possibilidade de contatar os clientes como supermercados, feiras, produtores de batatas fritas ou restaurantes, para vender diretamente cebolas, batatas, alface, ervilhas, milho, manga e queijo. Apesar de Campoagro possuir mais de 4 mil produtores cadastrados, a maioria tem pouco acesso à internet na área rural e enfrentam o desafio de divulgar novas tecnologias aos trabalhadores agrícolas. Campoagro “quis demonstrar que a tecnologia favorece todos e que, com a metodologia adequada, o nível de escolarização não é um limite”, declarou MinTic em nota à imprensa, recebida pela Fides.
(AP) (7/2/2017 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network