ÁFRICA/EGITO - A Igreja greco-ortodoxa de Alexandria decide reestabelecer o diaconato feminino

Sábado, 19 Novembro 2016 mulher   igrejas orientais   animação missionária  

Alexandria (Agência Fides) - O Sínodo do Patriarcado greco-ortodoxo de Alexandria e de toda a África, que se realizou no Centro patriarcal de Alexandria de Egito de 15 a 17 de novembro sob a presidência do Patriarca Theodoros II, decidiu reestabelecer o instituto do diaconato feminino e nomeou uma comissão de bispos “para um exame mais profundo da questão”. É o que referem as fontes do Patriarcado ortodoxo de Alexandria. O potencial papel das diaconisas na obra missionária foi exposto em uma palestra pelo Metropolita Gregorios dos Camarões. No comunicado final da Assembleia Sinodal, recebido pela Agência Fides, os membros do Sínodo do Patriarcado greco-ortodoxo de Alexandria ressaltaram que “para nós, as diversas abordagens aos problemas da vida da Igreja não são desvios da verdade ortodoxa, mas representam uma adaptação à realidade africana”.
O debate sobre o eventual reestabelecimento da ordenação diaconal feminina e sobre o potencial papel das diaconisas nas atividades pastorais e na animação missionária está aberto há tempos no âmbito de instituições teológicas da Ortodoxia da Calcedônia.
Em agosto passado, o Papa instituiu uma comissão de estudo sobre o diaconato das mulheres, presidida pelo Arcebispo jesuíta Luis Francisco Ladaria Ferrer, secretário da Congregação para a doutrina da fé. “A meu ver”, declarou há alguns dias o Arcebispo Ladaria Ferrer à Ancora online “o Papa quer neste momento realizar um estudo objetivo, não para chegar a uma decisão, mas para estudar como estavam as coisas nos primeiros tempos da Igreja”.
(GV) (Agência Fides 19/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network