AMÉRICA/CANADÁ - A eutanásia poderia ser pedida também nos centros de saúde católicos

Quarta, 9 Novembro 2016 saúde   direitos humanos  

Arcidiocesi di Vancouver

Sede da Arquidiocese de Vancouver

Vancouver (Agência Fides) – Cresce a tensão nos centros de assistência de saúde da região de Ontário, porque somente poucos meses depois da aprovação por parte do Parlamento canadense da eutanásia, os hospitais católicos, os centros de tratamento paliativos e os médicos foram solicitados por pacientes que pediram sua ajuda para o suicídio.
Cinco médicos apresentam uma moção ao Colégio dos Médicos e Cirurgiões de Ontário, que pede aos médicos que se negam em participar do suicídio assistido e do aborto que enderecem os pacientes a outros médicos.
A partir do momento que a situação se tornou muito tensa e delicada, a Arquidiocese de Toronto e a de Vancouver decidiram integrar uma nova organização denominada “Coalition for Health Care and Conscience”, para representar os médicos católicos em dificuldade.
Dom Ronald Peter Fabbro, C.S.B. Bispo da diocese de London, que é Presidente da Assembleia dos bispos católicos de Ontário, disse que os Bispos da província decidiram colocar como prioridade absoluta a proteção da objeção de consciência.
O Parlamento canadense legalizou o suicídio assistido em junho por ordem da Corte Suprema do Canadá.
A British Columbia, uma autoridade de saúde local, sugeriu pedir a todas as instituições financiadas com dinheiro público que pratiquem a eutanásia, entre as quais os hospitais católicos e asilos para idosos. O Arcebispo de Vancouver, Dom J. Michael Miller, expressou em várias oportunidades a sua contrariedade à proposta.
(CE) (Agência Fides, 09/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network