ÁFRICA/RD CONGO - Crise eleitoral: expectativa pelo êxito da mediação efetuada pelos Bispos com a oposição

Quinta, 3 Novembro 2016 bispos   eleições  

Etienne Tshisekedi

Kinshasa (Agência Fides) – Expectativa na República Democrática do Congo pelo anúncio de um possível acordo entre todas as forças políticas para superar a crise política causada pela anulação das eleições presidenciais que deveriam se realizar até dezembro. Os Bispos católicos se propuseram novamente como mediadores e as negociações estão em andamento no Centro Interdiocesano de Kinshasa com os representantes de “Le Rassemblement”, grupo de partidos da oposição que apoia a candidatura de Etienne Tshisekedi.
A maioria presidencial e uma parte da oposição havia alcançado um acordo para realizar as eleições até abril de 2018, e o governo interino do atual Presidente Joseph Kabila (veja Fides 18/10/2016). No entanto, o acordo foi rejeitado por “Le Rassemblement”.
Segundo revelações, o acordo que “Le Rassemblement” estaria disposto a assinar prevê a aceitação de manter Kabila come Presidente em transição o mais breve possível, concluindo-se até o fim de 2017, com as eleições presidenciais. Kabila deverá também se comprometer em não se candidatar, como previsto na atual Constituição, que prevê apenas dois mandatos presidenciais. “Le Rassemblement” pede também a libertação dos prisioneiros políticos e o fim das restrições das liberdades individuais.
O Presidente angolano José Eduardo dos Santos está envolvido nas negociações e enviou um emissário diretamente a Tshisekedi. (L.M.) (Agência Fides 3/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network