ÁFRICA/RD CONGO - Assassinado um sacerdote em Lubumbashi; os Bispos denunciam ataques a paróquias e conventos

Segunda, 24 Outubro 2016 missionários assassinados  

Catedral de São Pedro e São Paulo em Lubumbashi

Kinshasa (Agência Fides) - Um sacerdote foi morto no sul da República Democrática do Congo: Pe. Joseph Mulimbi Nguli, 52 anos, vigário da paróquia de São Martinho, no município de Katuba, em Lubumbashi, capital da Província do Alto Katanga. Na noite entre 21e 22 de outubro, alguns homens o atacaram enquanto retornava à casa. O sacerdote foi atingido no ventre por um tiro de Kalashnikov.
A deterioração das condições de segurança em amplas áreas do país foi denunciada pelos Bispos congoleses na mensagem publicada após a reunião do Comitê da Conferência Episcopal encarregado de acompanhar o processo eleitoral. “Estamos preocupados com os contínuos massacres no Kivu do Norte, especialmente na cidade e no território de Beni; com os assassinatos em Kasai Central em atritos entre a polícia e milicianos do líder tradicional Kamuina-Nsapu, com os conflitos intercomunitários que estão provocando vítimas em diversas províncias, especialmente em Katanga; estamos também preocupados com os tristes eventos de 19 e 20 de setembro em Kinshasa (veja Fides 21/9/2016) e com a difusão do banditismo”.
Os Bispos denunciam ainda “ataques contra paróquias e comunidades religiosas, de modo especial em Kinshasa, Kananga e Bukavu”. (L.M.) (Agência Fides 24/10/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network