ÁFRICA/SUDÃO SUL - As Igrejas cristãs concordam um projeto de reconciliação entre as etnias

Segunda, 17 Outubro 2016 reconciliação   igrejas locais  

Juba (Agência Fides) – As principais confissões cristãs do Sudão do Sul, reunidas na South Sudan Council of Churches (SSCC), lançaram um projeto de reconciliação e pacificação no Estado de Jonglei para reduzir as tensões entre as tribos locais, cujas divisões se acentuaram com a guerra civil eclodida em dezembro de 2013. O projeto teve início após o encontro que as Igrejas sul-sudanesas realizaram em Kigali em junho de 2015 (veja Fides 11/08/2015), quando vinte e cinco líderes cristãos do Sudão do Sul visitaram Ruanda para aprender, a partir da dramática experiência local, como instalar a paz, superando os traumas do genocídio.
O projeto foi financiado pela agência estadunidense de desenvolvimento internacional (USAID) através do Catholic Relief Services (CRS). “Já que existem igrejas espalhadas por todo o Sudão do Sul, será fácil atuar o programa”, afirmou Isaac Nyiding, responsável de projetos de reconciliação do Alto Nilo.
A guerra civil entre a facção do Presidente Salva Kiir e a do ex-Vice Presidente Riek Machar assumiu, desde os primeiros tempos, uma dimensão étnico-tribal, com massacres indiscriminados de civis com base em sua pertença étnica. O fracasso dos acordos de paz alcançados em fins de agosto piorou a situação e os atritos com base étnica se ampliaram a áreas que até agora tinham sido poupadas pelo conflito (veja Fides 30/8/2016). (L.M.) (Agência Fides 17/10/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network