ÁSIA/TERRA SANTA - O Bispo Shomali: “Peres é um homem de paz. Em Israel, precisa-se de homens como ele”

Quarta, 28 Setembro 2016 áreas de crise   política internacional   diálogo  

Jerusalém (Agência Fides) - “Perdemos um grande homem. Homem do diálogo inter-religioso e intercultural. Um homem de paz. Rezemos para que em Israel nasçam homens como ele, porque precisamos muito de homens assim, neste período”. Assim o Bispo William Shomali, Vigário patriarcal para Jerusalém e a Palestina do Patriarcado latino de Jerusalém, comenta para a Agência Fides a morte do ex-Presidente israelense Shimon Peres, que faleceu hoje, 28 de setembro, aos 93 anos. Alguns dias atrás, o idoso líder foi internado no hospital Sheba de Tel Aviv após uma isquemia cerebral.
Shimon Peres foi por muito tempo expoente de primeiro plano do Partido Laborista Israelense, guiado por ele ininterruptamente de 1977 al 1992 e sucessivamente em vários períodos até 2005. Antes de se tornar Presidente de Israel - de 2007 a 2014 – ocupou altos cargos de governo, inclusive o de Primeiro-Ministro (1984-1986 e 1995-1996) e Ministro do Exterior (1986-1988, 1992-1995 e 2001-2002). Em 1994, Peres recebeu o Prêmio Nobel da Paz na companhia de Yitzhak Rabin e Yasser Arafat pelos esforços no processo de paz no Oriente Médio, que culminaram com os Acordos de Oslo.
Em sua longa carreira política, Peres se reuniu com três Pontífices: João Paulo II, Bento XVI e Francisco. O seu último encontro com o atual Bispo de Roma foi no Vaticano em 20 de junho passado. Em outubro de 2010, entrevistado pela revista 30Giorni acerca das relações entre Israel e Santa Sé, o então Presidente israelense respondeu: “As relações são as melhores possíveis há dois mil anos. Desde os tempos de Jesus até hoje sempre mantivemos ótimas relações”. (GV) (Agência Fides 28/9/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network