ÁSIA/IRAQUE - Os bispos caldeus também estarão na Geórgia para receber o Papa Francisco

Terça, 13 Setembro 2016 igrejas orientais   migrantes  

saintadday.org

Irbil (Agência Fides) - "Nós também iremos a Tbilisi para receber o Papa. Depois de realizar o nosso Sínodo, pelo menos 13 bispos caldeus estarão presentes no encontro que o Bispo de Roma terá na Geórgia com a comunidade assíria-caldeia." Foi o que disse à Agência Fides o Patriarca de Babilônia dos Caldeus, Louis Raphael I. "Para todos nós", acrescentou o Primaz da Igreja Caldéia, "o encontro com o Sucessor de Pedro será um momento forte e o viveremos para ser confirmados na fé, na esperança e também na escolha de perseverar e permanecer em nossa terra martirizada".
No programa oficial da próxima visita à Geórgia, no final da tarde desta sexta-feira, 30 de setembro, consta também o encontro entre o Papa Francisco e a comunidade assíria-caldeia presente na ex-república soviética. O encontro terá lugar na Igreja de São Simão Bar Sabbae. "Na Geórgia", refere a Fides o Patriarca Louis Raphael, "vivem cerca de 10 mil fiéis de nossa Igreja. Nesta ocasião, além dos Bispos, muitos sacerdotes e fiéis viajarão do Iraque a Tbilisi para ver o Papa. Ele não pode vir aqui por causa da situação complicada e dramática que estamos vivendo, então nós iremos a ele".
Antes de ir a Tbilisi, os bispos caldeus participarão do Sínodo de sua Igreja programado em Irbil (Curdistão iraquiano) de 21 a 28 de setembro, onde irão debater questões importantes, como o fenômeno da migração dos cristãos do Oriente Médio, a beatificação dos mártires caldeus, o futuro político e administrativo da Planície de Nínive. O Sínodo será precedido de um retiro espiritual - ao qual foram convidados todos os sacerdotes caldeus no Iraque - que terá como ponto central a reflexão e o discernimento espiritual sobre o tema da misericórdia, no Ano Santo a ela dedicado. (GV) (Agência Fides 13/09/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network