ÁSIA/MIANMAR - O Bispo de Myitkyina: “Novas esperanças para a paz com as minorias étnicas”

Sexta, 9 Setembro 2016 minorias religiosas   política   paz   justiça   reconciliação   minorias étnicas  

Myitkyina (Agência Fides) – Há tempos, a paz e a reconciliação nacional com as minorias é um tema que integra a agenda política: “Agora, com o novo governo da Liga Nacional para a Democracia e depois da Conferência nacional promovida em Naypyitaw nos dias passados, esperamos que o processo se realize concretamente”, afirma a Fides Francis Daw Tang, Bispo de Myitkyina, no Estado de Kachin, no norte de Mianmar, onde vive uma população da minoria étnica kachin, sendo a quase totalmente cristã. Do Estado participaram da Conferência 24 delegados, dois dos quais católicos.
“A questão da inclusão das minorias étnicas na nação dura há pelo menos 60 anos e, nessas décadas, houve muitos obstáculos e divergências. Hoje, foi reativado um processo de diálogo com o objetivo da reconciliação nacional, e esta já é uma boa notícia: é uma ocasião preciosa para toda a nação”, nota o Bispo.
Após a conferência, que não se encerrou com o cessar-fogo, “talvez sejam necessários seis meses para estabelecer os próximos passos para elaborar uma road map” releva. A questão, segundo o Bispo, “é assegurar que nestes tempos, os militares não realizem ataques nas áreas do conflito. Muito depende ainda dos militares: o governo deve garantir que não cometam abusos e respeitem a dignidade de todos” observa. O objetivo final, para a Igreja, “é acabar com o conflito, estabelecer uma paz duradoura e garantir iguais direitos às minorias étnicas, no âmbito de um sistema federal”, afirma Dom Francis Daw Tang.
“Na diocese de Myitkyina, ainda temos mais de 8 mil desalojados que não podem retornar às suas aldeias. A Caritas os assiste, mas estamos predispondo para elas a possibilidade de cultivar a terra, a fim de que possam contribuir no seu sustento”, conta, expressando a esperança que “se alcance o mais rápido possível a paz, para o bem de todos”, (PA) (Agência Fides 9/9/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network