AMÉRICA/BRASIL - Os Bispos na festa da independência: “Acreditamos na capacidade do povo brasileiro de superar adversidades”

Quarta, 7 Setembro 2016 conferências episcopais  

Brasília (Agência Fides) – Hoje, 7 de setembro, o Brasil celebra a festa da Independência de Portugal, sancionada em 7 de setembro de 1822, e para a ocasião os Bispos brasileiros publicaram uma breve mensagem, intitulada com o versículo bíblico “A esperança não decepciona” (Rm 5,5).
“A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, por ocasião das comemorações de 7 de setembro, dia da Independência, reafirma que o Brasil é um país livre, soberano e religioso. É uma das dez maiores economias do mundo, território vasto e diverso, mais de 200 milhões de brasileiras e brasileiros. Testemunhas de uma história construída na diversidade, na tolerância e na convivência pacífica.”. Assim tem início o texto enviado à Agência Fides.
Os Bispos estão conscientes de viver “um triste momento de nossa história”, enquanto “a ausência de valores éticos e morais provocou a profunda crise política, econômica e social”. A histórica desigualdade social corre o risco de ser ainda mais agravada com a desconstrução de políticas públicas.
“Constatamos as dificuldades do momento – prosseguem os Bispos -, mas acreditamos na capacidade do povo brasileiro de superar adversidades, sempre através de manifestações pacíficas. Cada instituição é chamada a cumprir seus respectivos deveres, no Estado Democrático de Direito, atuando no que lhe é específico, em favor do povo brasileiro, nunca por interesses particulares ou corporativos. A Carta Magna de 1988, fruto de um processo de participação popular, guardiã da democracia brasileira, deve ser arduamente defendida”.
Na parte final de sua mensagem, os Bispos recordam que falta menos de um mês para as eleições municipais, que se realizarão em 2 de outubro, uma ocasião para o povo brasileiro de “falar através das urnas”, para as quais convidam a “uma participação ativa e consciente”. Por fim, fazem votos de que “o dia da pátria seja uma ocasião para reafirmar o compromisso de todo o povo brasileiro com a democracia, por meio do diálogo e da busca incansável pela paz, para construirmos juntos um Brasil fraterno e justo”. (SL) (Agência Fides 7/9/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network