ÁFRICA/NIGÉRIA - Contra o tráfico de seres humanos a Caritas organiza uma conferência em Abuja

Sexta, 2 Setembro 2016 tráfico de seres humanos   caritas  

Abuja (Agência Fides) - “Em 2015 , sessenta milhões de pessoas foram obrigadas a se deslocar ou se refugiar. Na África, milhares de adultos e crianças, obrigadas a fugir de conflitos, da pobreza e da perseguição se tornam vítimas de traficantes. Levados por uma necessidade desesperada de sobreviver e pelo desejo de uma vida melhor, são particularmente expostos à exploração sexual e profissional”, sublinha a Caritas Internationalis em comunicado enviado à Agência Fides, sobre a Conferência Internacional a se realizar de 5 a 7 de setembro em Abuja, na Nigéria, para sensibilizar sobre o problema, dar esperança e combater o tráfico de seres humanos na África.
A conferência é organizada pela Caritas Internationalis (no âmbito da rede contra o tráfico, COATNET) e pelo Pontifício Conselho da Pastoral para Migrantes e Itinerantes, com a participação da Caritas Nigéria.
“A Conferência – afirma o comunicado – será a ocasião para promover o diálogo e a cooperação entre as principais partes envolvidas, como as organizações religiosas internacionais e as organizações regionais, as forças da ordem e outras ONGs, para compartilhar as práticas no campo de cooperação e identificar estratégias comuns de prevenção relativas ao tráfico de crianças, exploração profissional e sexual; tráfico no setor marítimo; tráfico em situações de emergência”.
Para evidenciar este problema urgente, o Card. Luis Antonio Tagle, Presidente da Caritas, Dom Robinson Wijesinghe, Diretor no Pontifício Conselho da Pastoral para Migrantes e Itinerantes, e representantes de alto nível da Igreja católica na Nigéria, encontrarão representantes do governo da Nigéria e da União Africana, o ex Relator especial sobre tráfico de seres humanos (OHCHR), o sultão de Sokoto, o primeiro Comissário independente anti-escravidão do Reino Unido, a Pontifícia Academia das Ciências Sociais, os representantes de organizações internacionais e outros.
Atualmente, a Caritas está trabalhando em projetos de combate ao tráfico na Nigéria, Costa do Marfim, Uganda, Zimbábue e Mali e prevê um projeto também no Senegal. A Conferência tem o objetivo de reforçar a união entre as partes envolvidas, promover ações conjuntas e compartilhar os melhores métodos de luta ao tráfico e á escravidão, oferecendo ajuda e dando esperança às vítimas, e promovendo a atuação das convenções e legislações anti-tráfico para elevar uma única voz contra o tráfico de seres humanos na África. (L.M.) (Agência Fides 2/9/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network