AMÉRICA/PARAGUAI - Três pessoas sequestradas pelo Exército do Povo. A Igreja disposta a mediar a libertação

Sábado, 30 Julho 2016 grupos armados   violência   bispos   igrejas locais  

Militares paraguaios

Assunção (Agência Fides) – A Conferência Episcopal do Paraguai (CEP), depois de mais um caso de sequestro feito pelo chamado "Exército do Povo do Paraguai" (EPP), divulgou uma declaração em que expressa a sua solidariedade para com os três sequestrados, pedindo sua libertação imediata.
"É realmente preocupante a presença desses grupos armados que, com seus atos de violência, assustam a população", disse Dom Adalberto Martínez Flores, bispo castrense do Paraguai, nas declarações contidas numa nota enviada a Fides. "Um diálogo sempre pode ser instaurado em caso de reivindicações políticas ou ideológicas", afirmou o Bispo, "mas as armas não são um instrumento aceitável para alcançar os objetivos". Sobre uma possível mediação da Igreja Católica, Martinez Flores recordou que os sacerdotes da região setentrional do país estão dispostos a dialogar com os líderes do grupo armado, com a condição de que esta iniciativa seja autorizada pelas forças de segurança e de governo.
(CE) (Agência Fides, 30/07/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network