ÁSIA/TAILÂNDIA - 45 milhões de tailandeses às urnas para o esboço da nova Constituição

Quarta, 13 Julho 2016 eleições  

Adaptor- Plug

Bangcoc (Agência Fides) - Em 7 de agosto, cerca de 45 milhões de tailandeses são convidados a expressar seu consenso sobre o esboço da nova Constituição, aprovado em janeiro deste ano. “Em todos os lugares, se veem outdoors, cartazes e publicidades em áudio e vídeo sobre o processo eleitoral”, conta à Agência Fides uma fonte local, que pediu o anonimato. “Esta 21° Constituição (em 80 anos) foi escrita por uma equipe de 21 pessoas nomeadas pelo atual general Prayuth, no poder desde 2014 com um golpe de Estado, mas parece não responder aos pedidos feitos pelas várias facções políticas no período da crise social de 2013”, continua a nossa fonte.
“O povo atualmente não parece nem informado nem interessado nos 279 artigos contidos nas 105 páginas desta ‘magna charta’. Também no último referendo sobre a Constituição, em 2007, participou pouco mais de 57% dos eleitores. No país, é oficialmente proibido discutir abertamente, organizar debates ou confrontos, expressar o próprio parecer ou realizar pesquisas. O próprio texto não é divulgado e se verificaram casos de textos anônimos que circulam entre os jovens. Muitos observadores estrangeiros, e as próprias organizações para os Direitos Humanos, declaram a perplexidade com um texto fortemente militar, que prevê a intervenção indiscriminada das forças armadas em qualquer ocasião que ameace a ‘paz e a harmonia’ do país. As universidades e as regiões tradicionalmente distantes dos centros de poder de Bangcoc estão rejeitando o esboço, embora seja ‘indiretamente’ declarado que, caso o texto seja reprovado, se adiariam também as eleições políticas previstas em 2017”. (AP) (13/7/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network