AMÉRICA/PARAGUAI - “Chega de corrupção!”: aberto o triênio da juventude

Segunda, 11 Julho 2016 jovens   política   animação missionária  

Jovens no encontro com o Papa Francisco no Paraguai

Caacupé (Agência Fides) - A Igreja católica paraguaia pede aos jovens para serem protagonistas nos próximos três anos, do "Triênio da juventude", a fim de combater a corrupção. Este desafio, segundo explicou o Bispo de Villarrica do Espírito Santo, Dom Ricardo Jorge Valenzuela Rios, implica o desarraigamento deste mal, que gera a pobreza, a miséria que se alastra em torno das grandes cidades e multiplica os "descartes" da sociedade, os pobres.
Dom Valenzuela, que é o Presidente da Comissão da Pastoral Juvenil Nacional, fez esta declaração ontem a milhares de jovens provenientes de todo o país, que participaram do lançamento do Triênio no Santuário de Caacupé, no dia do primeiro aniversário da visita do Papa ao Paraguai (veja Fides 17/06/2016).
Segundo as notícias enviadas a Fides por fontes locais, o Triênio consiste numa série de atividades de formação, de denúncia e de empenho nas atividades sociais por parte dos jovens católicos das paróquias e dos movimentos eclesiais. Citando o Papa Francisco, Dom Valenzuela disse: "Não queremos ‘balconear’ (expressão do Papa que significa olhar de longe) a vida, não queremos olhar os problemas humanos e sociais de fora, não queremos estar à espera na história, porque podemos ser também protagonistas".
"Esta opção preferencial pelos jovens nos leva necessariamente a ir contra o vento – concluiu o Presidente da Comissão da Pastoral Juvenil Nacional -, porque são muitos os males que historicamente sofreu esta bela terra do Paraguai,... a corrupção como um câncer da sociedade, a pobreza e a miséria que se estendem nas periferias das grandes cidades, os índios e os camponeses que ainda sofrem abusos e a falta de respeito por seus direitos. Chegou a hora de dizer ‘basta’ a tudo isso!".
(CE) (Agência Fides, 11/07/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network