ÁFRICA/SUDÃO - Os estudantes de Darfur pedem mais segurança nas universidades sudanesas

Quarta, 6 Julho 2016 violência  

RD

Cartum (Agência Fides) – A Associação Estudantil de Darfur, das universidades sudanesas, contestou a pena de morte pedida para um estudante acusado do homicídio de outro estudante. Segundo refere a emissora radiofônica Rádio Dabanga, o assassino foi condenado a cinco anos de prisão por homicídio culposo depois de um confronto mortal no campus de Cartul do Sharg El Nil College. A vítima das violências foi um estudante da ala islamista do Partido Nacional atualmente no poder. A associação estudantil se dirigiu ao Governo do Sudão numa coletiva de imprensa pedindo para não politizar os tribunais e se empenhar pela imparcialidade e a justiça. Além disso, o porta-voz dos estudantes pediu o desarmamento das forças jaidistas nas universidades. Por sua vez, o Ministro da Instrução propôs proibir as atividades armadas no campus e manter agentes de polícia capazes de controlar as armas e os instrumentos de violência. Numa declaração ao Parlamento, o Ministro disse que o seu ministério aspira ver as universidades livres da violência através da promoção de uma cultura de paz e da aceitação de outros estudantes.
(AP) (6/7/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network