ÁFRICA/MALÁUI - Mais de seis milhões de pessoas em risco de fome: apelo dos Bispos

Terça, 5 Julho 2016 fome   bispos  

Lilongwe (Agência Fides) - "Os nossos hospitais registram um aumento forte de casos de desnutrição e teme-se que a situação possa piorar na medida em que nos aproximamos do que chamamos de período de escassez", advertem os bispos do Maláui num comunicado em que fazem um apelo aos organismos locais e internacionais para que intervenham em apoio aos mais de seis milhões de habitantes do país afetados pelo peso da escassez de alimentos.
A Conferência Episcopal, no texto enviado à Fides, cita a cifra de 305,5 milhões de dólares necessários para enfrentar a emergência alimentar.
Em abril, o Presidente Peter Mutharika declarou estado de calamidade nacional pela falta de comida atribuída às condições climáticas, em particular à grave seca que afetou as colheitas.
Os bispos, no entanto, denunciam as deficiências da política, em particular a falta de implementação do "plano de resiliência nacional que visa quebrar o ciclo de insegurança alimentar". "Esperamos ir além do anúncio de planos bonitos com os quais os nossos políticos enchem a boca, mas que depois são traduzidos em nada", afirmam os bispos que propõem "levar em consideração a reforma do programa de subsídios para os agricultores a fim de oferecer apoio aos camponeses".
Os bispos também expressam a necessidade de que o governo restaure a infraestrutura agrícola em ruínas, dando prioridade às estruturas de irrigação. (L.M.) (Agência Fides 5/7/2016)



Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network