ÁSIA/PAQUISTÃO - Ativista: “Quando haverá uma Comissão nacional para as minorias?”

Sexta, 3 Junho 2016 minorias religiosas   liberdade religiosa   violência   justiça  

P.A.

Lahore (Agência Fides) - “Desde 1995 funcionários do governo falam de uma Comissão nacional para as minorias. Na vizinha Índia, em 1992 foi instituída uma Comissão nacional para as minorias, reforçada também por uma especial Comissão nacional para instituições escolares de minorias, em 2004. Uma sentença da Corte Suprema do Paquistão de 19 de junho de 2014 ordenou ao governo criar um Conselho nacional para direitos das minorias. Agora é urgente que este passo seja realizado”: é o que afirma, em nota enviada à Fides, o católico Peter Jacob, ativista de direitos humanos e responsável da ONG “Centre for Social Justice”.
Jacob nota: “O desequilíbrio estrutural criado contra minorias religiosas pela discriminação incorporada no sistema político não pode ser reparado sem instituir um organismo habilitado ‘ad hoc’ que promova as reformas necessárias. Para identificar e atuar soluções contra as graves violações de direitos humanos realizadas contra minorias religiosas no Paquistão é hoje realmente importante criar uma Comissão nacional para as minorias, independente e dotada de recursos”.
Também o relatório do Instituto Jinnah de Karachi intitulado “O estado da liberdade religiosa no Paquistão”, lançado recentemente, insiste na urgência de uma Comissão semelhante. O governo paquistanês, no Plano de ação nacional para direitos humanos apresentado no escritório da ONU em Genebra, em fevereiro de 2016, se comprometeu em preparar e apresentar um projeto de lei para a criação de uma Comissão nacional para as minorias. “É hora que as instituições cumpram seus compromissos”, conclui Jacob. (PA) (Agência Fides 3/6/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network