AMÉRICA/COLÔMBIA - O Bispo de Tibù e a Igreja local prontos para mediar a libertação dos jornalistas

Sexta, 27 Maio 2016 bispos   violência   grupos armados  

Bispo da diocese de Tibu

Tibù (Agência Fides) – Aumenta a preocupação depois do desaparecimento da jornalista do cotidiano El Tiempo, Salud Hernández-Mora, de quem ainda não sabe nada desde sábado passado, 21 de maio, quando estava se dirigindo, em moto, do município de El Tarra para a aldeia Filogringo.
Após as tentativas fracassadas de busca pela polícia e os militares da região, o Bispo da diocese de Tibu, Dom Omar Alberto Sánchez Cubillos, O.P., expressou sua intenção de se unir às buscas. “Conhecemos muito bem este território, lugares e trilhas, conhecemos também as pessoas que aqui moram, e já há uma rede disponível. Nós nos mobilizamos, os párocos das paróquias de Filogringo e Tarra estão disponíveis a ajudar e também nós estamos todos disponíveis” afirmou Dom Sánchez Cubillos em entrevista à Rádio Caracol.
Outros dois jornalistas, Diego D. Pablos e Carlos Melo, da TCN TV, foram sequestrados dias atrás. A este respeito, o Bispo disse que está sendo aguardada a sua libertação: serão entregues ao pároco de Filogringo e à Comissão regional, que estão prontos para recebê-los.
Ontem à tarde, o ex-presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, em uma manifestação contra os sequestros, indicou o ELN (Exército de Libertação Nacional) como autor destes sequestros na área.
O fenômeno dos sequestros de jornalistas recomeçou nas últimas semanas, especialmente nesta região da Colômbia. Assinala-se que membros da Igreja católica são intermediários nas tratativas entre autoridades e grupos guerrilheiros que dominam esta região.
(CE) (Agência Fides, 27/05/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network