AMÉRICA/COLÔMBIA - Insegurança, desemprego e pobreza entre os afrodescendentes de Cúcuta

Quinta, 19 Maio 2016 direitos humanos  

Brian Moen

Cúcuta (Agência Fides) – Segundo dados do último censo, na cidade de Cúcuta, confim com a Venezuela, residem 6.400 afrodescendentes. Dentre as maiores dificuldades dos integrantes deste grupo étnico, prevalecem o desemprego e o racismo, que persiste nesta cidade, que não aprende a conviver com esta população. A situação é agravada pelos problemas de insegurança que afetam este setor da comunidade. As ameaças são a causa mais comum do abandono da cidade por parte de muitos afrodescendentes, sem garantias para a sua salvaguarda. A polícia metropolitana promoveu um dia denominado ‘Mi Sangre Afro’, quando os policiais negros e os moradores da fronteira se dão as mãos numa corrente humana, como um símbolo de união. (AP) (19/5/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network