ÁSIA/ÍNDIA - Bispo sequestrado: três sacerdotes presos

Sexta, 6 Maio 2016 bispos   sequestro   violência   igrejas locais  

Cuddapah diocese

Nova Délhi (Agência Fides) - A polícia indiana prendeu 14 pessoas acusadas de ter organizado e participado do sequestro de Dom Prasad Gallela, Bispo da Diocese de Cuddapah, em Andra Pradesh, sequestrado e libertado, depois de uma noite, em 25 de abril passsado (veja Fides 30/4/2016). Dentre as 14 pessoas, anunciou o superintendente da Polícia, estão três sacerdotes da Diocese de Cuddapah. As acusações são de sequestro de pessoa por extorsão e tentativa de homicídio do bispo.
“Dom Gallela Prasad foi sequestrado em Chillikanuma por um grupo de pessoas que o amarrou e espancou, exigindo resgate e ameaçando matá-lo”, disse o superintendente da Polícia. O principal acusado é o sacerdote Pe. Nalladimmu Raja Reddy, 48 anos, pároco de Palur, na Diocese de Kadapa, que administra várias instituições e fundações católicas de prestígio.
O segundo sacerdote preso é Pe. Lingala Vijaya Mohan Reddy, 45 anos, pároco de Vallur, que seria um dos cúmplices. O terceiro sacerdote é o Pe. Sanivarapu Marreddy, 39 anos, pároco de Renigunta. Os três não teriam apreciado o trabalho do bispo em algumas nomeações e transferências do clero local e queriam pressioná-lo, contratando homens para organizar o sequestro. “A principal razão por trás do seqüestro é o rancor que os sacerdotes cultivaram contra o bispo por ele não apoiar o uso de fundos da Igreja”, disse a Polícia que também recuperou alguns dos bens roubados.
Pe. Sudhakar, sacerdote da diocese, disse: “É um fato muito triste. Rezemos pela nossa Igreja. Esses padres foram enganados pelo poder e pelo dinheiro e causaram um grande dano à Igreja”. (PA) (Agência Fides 6/5/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network