ÁSIA/LÍBANO - Bispos maronitas: o Líbano parece um navio sem leme

Sexta, 6 Maio 2016

Facebook

Bkerkè (Agência Fides) – O mundo árabe está ameaçado, em sua existência, por uma “identidade assassina”, crises e guerras que abalam toda a região e têm raízes profundas nas “contraposições regionais” e “políticas internacionais”. Assim os Bispos maronitas, reunidos na sede patriarcal de Bkerkè em assembleia mensal, evocaram pela enésima vez a dimensão global e os fatores externos que continuam a alimentar guerras e tragédias humanitárias em todo o Oriente Médio.
Na reunião, realizada quarta-feira, 4 de maio, sob a presidência do Patriarca Boutros Bechara Rai, os Bispos maronitas reafirmaram que a eleição do Presidente da República – cargo vacante há quase dois anos,, devido aos vetos cruzados das forças políticas – “é indispensável para preservar a identidade constitucional libanesa” e alertaram também para o risco da fragmentação com base sectária, que inevitavelmente reverterá a atual fisionomia das nações árabes, se se continuar a privilegiar a estratégia do “ferro e fogo” do que a escola do diálogo.
Em seu encontro – consta no comunicado final, recebido pela Agência Fides – os Bispos maronitas também comentaram positivamente as recentes medidas que prefiguram o fechamento das “casas de prostituição” e pediram que os inquéritos abertos nos últimos tempos sobre casos de corrupção sejam encerrados, visto que os escândalos também contribuem para fazer que o Líbano se pareça a um “navio sem leme”. (GV) (Agência Fides 6/5/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network