ÁSIA/PAQUISTÃO - Continua o calvário para a cristã Fouzia Sadiqe: recapturada

Segunda, 21 Março 2016 minorias religiosas   mulher  

Lead

Kasur (Agência Fides) - Foi recapturada pelo seu algoz que a pretende como esposa. Continua o calvário de Fouzia Sadiqe, mulher cristã que vivia com os seus pais até quando um muçulmano a raptou e a obrigou à conversão ao Islã e ao matrimônio islâmico. Depois do rapto, ocorrido em julho de 2015 (veja Fides 25/7/2015), em 8 de março deste ano, Fouzia conseguiu fugir e pediu a assistência do advogado cristão Sardar Mushtaq Gill que iniciou o procedimento jurídico. A audiência do processo, a cargo do raptor, foi marcada para 5 de abril.
Fouzia fez um forte apelo para todas as mulheres raptadas e convertidas com força no Paquistão (veja Fides 11/3/2016). A mulher, no entanto, se escondeu, mas pediu para participar do Domingo de Ramos junto com a sua família. Naquela ocasião, alguns homens a raptaram novamente. A família da mulher agora teme fortes pressões, ameaças, violências e torturas psicofísicas para que ela possa declarar diante do juiz de aceitar livremente o homem e a religião islâmica. Assim, o caso estaria encerrado definitivamente.
Segundo fontes de Fides, são pelo menos mil a cada ano os casos denunciados de jovens de minorias religiosas, cristãs e hinduístas, raptadas e convertidas ao Islã, mas milhares de casos não são revelados. (PA) (Agência Fides 21/3/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network