ÁFRICA/CONGO - Primeiro turno das eleições presidenciais no blecaute das comunicações imposto pelo governo

Segunda, 21 Março 2016 eleições  

Brazzaville (Agência Fides) - Realizou-se, no domingo, 20 de março, o primeiro turno das eleições presidenciais na República do Congo (Congo Brazzaville), no blecaute das telecomunicações imposto pelas autoridades por razões de segurança.
Ligações telefônicas, mensagense internet foram bloqueadas por 48 horas, de domingo 20 a segunda-feira, 21 de março, para "impedir à oposição - dizem as autoridades – de publicar resultados ilegais". A oposição se organizou para transmitir através de celulares as imagens das diferentes seções, para combater eventual fraude no âmbito de escritório eleitoral central.
O Presidente em fim de mandato, Denis Sassou Nguesso, no poder há 23 anos, se apresentou novamente para um terceiro mandato, desafiando oito candidatos da oposição. Para se apresentar nas eleições presidenciais, Sassou Nguesso impôs uma mudança da Constituição, que previa um máximo de dois mandatos consecutivos (veja Fides 21/10/2015).
Na noite de 20 de março, a polícia dispersou cerca de 200 apoiantes de um dos candidatos da oposição, Guy-Brice Parfait Kolelas, que queriam ver a contagem dos votos numa seção da capital, Brazzaville.
Os Bispos da Associação das Conferências Episcopais da Região da África Central (ACERAC que inclui Camarões, Congo Brazzaville, Gabão, República Centro-Africana, Chade e Guiné Equatorial) recentemente lançaram um apelo por “eleições justas e pacíficas” em seus respectivos países (veja Fides 9/3/2016). (L.M.) (Agência Fides 21/3/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network