ÁSIA/CATAR - Canais de TV "religiosos" se multiplicam em todo o Oriente Médio

Quinta, 17 Março 2016 sectarismos  

Youtube

Doha (Agência Fides) - O número de emissoras televisivas religiosas está crescendo em todo o Oriente Médio, e aumentou em 50 por cento em apenas três anos 2001-2014, passando de 50 a 75 canais religiosos "free to air" (não criptografados). A expansão das redes e das transmissões religiosas foi documentada e analisada num estudo preparado pela Universidade Northwestern, no Catar (instituição acadêmica especializada em jornalismo e comunicação, afiliada à Universidade Northwestern, universidade privada dos EUA com base em Evanston e Chicago) e apresentado à imprensa na semana passada.
Contribuíram ao crescimento significativo também as redes cristãs e as xiitas, mas a parte do leão fazem as emissores sunitas, que no triênio analisado aumentaram de 43 para 55. No mesmo período de tempo, os canais xiitas passaram de 5 a 11, enquanto os cristãos aumentaram de 2 a 9 obtendo o maior crescimento em termos percentuais relativos.
O estudo elaborado pela Universidade privada de matriz estaunidense foi comentado por acadêmicos da Universidade que ligam o aumento do número de emissoras religiosas ao sectarismo desenfreado que assola as regiões do Norte da África e do Oriente Médio. De acordo com Khaled Hroub, professor de política do Oriente Médio e especialista em mídia árabe, o aumento das redes de televisão religiosas "reflete a política sectária volúvel que está progresisvamente engolindo a região nos últimos dez anos, a partir da invasão americana no Iraque em 2003 e a involução sectára da política iraquiana". De acordo com o especialista, também a intensificação da rivalidade entre Arábia Saudita e Irã produziu como reflexo um aumento do uso político do discurso religioso, também através das transmissões em que a difamação das identidades religiosas diferentes da própria torna-se hábito. (GV) (Agência Fides 17/3/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network