AMÉRICA/COLÔMBIA - Os Bispos: “Desenvolvimento rural e ético para construir a nova Colômbia pós-conflito”

Segunda, 29 Fevereiro 2016
Bispos da Colômbia

Bispos da Colômbia

Bogotá (Agência Fides) – "Nos preocupa a situação no campo... O primeiro ponto dos acordos de paz abre uma janela com a finalidade de gerar uma política completa de desenvolvimento agrário": assim afirma o comunicado da Conferência Episcopal Colombiana (CEC), distribuído ontem em muitas paróquias do país. "Aquilo que se busca, no fundo, é um enorme planejamento de desenvolvimento rural que deveria ser aplicado durante o pós-conflito. Mesmo que o custo ainda não tenha sido quantificado, e menos ainda orçamentado, se sabe desde já que é imenso, que implica grandes mudanças em termos fiscais”, afirmam os Bispos. “Gostaríamos que o Ministério da Agricultura mudasse o seu modelo e estabelecesse um novo, mais apto às exigências dos produtores", se lê no texto dos Bispos enviado a Fides.
O comunicado corresponde ao que foi discutido pelos Bispos de 15 a 19 de fevereiro, na assembleia de n. 100 da CEC. Os Bispos debateram ainda as realidades e a missão episcopal e sacerdotal, e seu empenho pela paz no país, a justiça de transição e a corrupção da sociedade.
O comunicado se conclui com o pedido de considerar a ética no país: "A ética deve ser levada a sério se quisermos construir a nova Colômbia pós-conflito. O país deve ser construído sobre fundamentos éticos como honestidade, espirituais como o perdão e a reconciliação, e culturais como a cultura da vida, dos direitos humanos e a cidadania".
(CE) (Agência Fides, 29/02/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network