AMÉRICA/BOLÍVIA - Bolivianos ao voto no referendo que modifica a duração do mandato presidencial

Quarta, 17 Fevereiro 2016 política   democracia   bispos  

Presidente Evo Morales

La Paz (Agência Fides) – No próximo domingo, 21 de fevereiro, os bolivianos votarão no referendo sobre a reforma do artigo 168 da Constituição do Estado Plurinacional da Bolívia, que abrange o período do mandato presidencial e vice-presidencial (cinco anos ) e a possibilidade de reeleição (uma única vez após um mandato precedente). Se o resultado do referendo for favorável, a reeleição poderá ocorrer duas vezes, após o mandato. Assim, o presidente Evo Morales poderia ter um novo mandato de 2020 a 2025.
Segundo o Tribunal Eleitoral, podem participar do referendo os bolivianos com mais de 18 anos residentes no país e os bolivianos que vivem em 73 cidades de 33 países estrangeiros em que o Estado boliviano possui representação consular.
Depois das eleições municipais e estaduais de 29 de março de 2015, o “Movimiento al Socialismo” (MAS) do presidente Evo Morales, conseguiu se manter como primeira força política do país, mas perdeu várias regiões tradicionais, em especial El Alto, aonde venceu desde 2002 (veja Fides 1/04/2015).
“Como Igreja Católica, afirmamos que a alternação é sempre uma expressão de democracia” afirmou o Diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias, também Secretário da Conferência Episcopal da Bolívia, Dom Eugenio Scarpellini, Bispo de El Alto, logo depois que o partido de governo anunciou recandidatar Evo Morales pela quarta vez para a Presidência da República (veja Fides 17/09/2015).
(CE) (Agência Fides, 17/02/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network