AMÉRICA/COLÔMBIA - “Antes da seca e do crime organizado é a corrupção que mata as criança” denuncia Dom Salah Zuleta

Quarta, 3 Fevereiro 2016 meninos de rua   bispos   política   violência  

Crianças colombianas

La Guajira (Agência Fides) – O Bispo de Riohacha, Dom Héctor Ignacio Salah Zuleta, denunciou que a chaga principal da região de La Guajira é a corrupção da classe política. O bispo informou a imprensa que pediram a ele dinheiro para renovar os contratos com a educação para a gestão das cantinas nas escolas.
Na homilia, forte e direta, proferida na festa da “Virgen de los Remedios” celebrada em 2 de fevereiro, Dom Salah Zuleta disse que antes da seca e do crime organizado é a corrupção que mata as crianças: “A corrupção é a chaga principal do qual sofre La Guajira que vive uma crise humanitária com dezenas de crianças mortas de desnutrição”.
E acrescentou: “Para corrigir este caminho errado e trabalhar honestamente, os corruptos devem ressarcir o dano criado porque somente assim nesta região existirá paz social e transparência. É verdade que nem todos os políticos são corruptos, mas é preciso deter aqueles que são”, sublinhou o bispo.
Na região, recordou, a Igreja Católica acompanha cerca de 40 mil crianças nas escolas, provendo também à administração dos refeitórios “com contratos transparentes”. “Quando me pediram dinheiro para renovar os contratos, respondi: mas como é possível pensar em roubar dinheiro de crianças?", elevou a voz o Bispo. Somente dois dias antes, Dom Salah Zuleta denunciou o fato à imprensa, e naquela ocasião disse: "Na região, há um circuito político que quer participar da festa religiosa, mas por debaixo pede propina".
(CE) (Agência Fides, 03/02/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network