AMÉRICA/CANADÁ - Uma Igreja local madura para novas formas de evangelização e cooperação

Terça, 26 Janeiro 2016 pontifícias obras missionárias   igrejas locais   conferências episcopais   evangelização  

Canadian Conference of Catholic Bishops

Hamilton (Agência Fides) – Seis Circunscrições Eclesiásticas do Canadá, até agora dependentes da Congregação para a Evangelização dos Povos, passaram ao “direito comum”: se trata da Arquidiocese de Keewatin-Le Pas com as duas dioceses sufragâneas de Churchill-Hudson Bay e Moosonee, e da Arquidiocese de Grouard-McLennan com as dioceses sufragâneas de Mackenzie-Fort Smith e Whitehorse. A decisão do Santo Padre foi comunicada ontem pela imprensa vaticana.
A Conferência Episcopal do Canadá (CCCB), numa declaração assinada pelo seu Presidente, Dom David Douglas Crosby, O.M.I., Bispo de Hamilton, Ontario, enviada a Fides, destaca a importância do evento. No texto, recorda que “ao contribuir a orientar e apoiar os territórios de missão do nosso país, a Santa Sé encorajou os missionários provenientes de outros países para ajudar as nossas comunidades … No decorrer do tempo, as dioceses de todo o nosso país se tornaram mais autossuficientes e capazes de financiar seus esforços pastorais, fornecendo também numerosos missionários para outros países. Com a transferência das remanescentes dioceses no Norte ao direito comum da Igreja, os seus seis Bispos, com a ajuda de todos os Bispos e fiéis católicos do Canadá, são agora plenamente responsáveis pela vida pastoral de cada uma de suas Igrejas locais".
O Presidente da Conferência Episcopal canadense expressa reconhecimento "pela ajuda generosa das Missões católicas no Canadá”, e o apreço profundo pela “colaboração generosa e heroica de tantos sacerdotes, religiosos e leigos no decorrer dos anos, através da pastoral, do trabalho educativo e social”. “Repletos de gratidão pelo trabalho do passado, e tendo aprendido seja com as melhores ações, seja com os erros – conclui a carta -, agora vemos que chegou a hora de futuras formas de evangelização e de cooperação, como operários do Senhor, para trabalhar juntos na sua vinha”.
(CE) (Agência Fides, 26/01/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network