AMÉRICA/PERU - Resgatadas milhares de crianças de rua, mas o País continua sendo o primeiro da lista deste drama

Sábado, 16 Janeiro 2016 meninos de rua  

Pierre Pouliquin

Lima (Agência Fides) – Um milhão e 700 mil crianças peruanas trabalham nas ruas do país. A maior parte delas abandona os estudos e renuncia a seus sonhos de criança, assumindo o papel de adultos empenhados em trabalhar na terra ou como vendedores ambulantes nas ruas das maiores cidades do país. Destes menores, mil e 800 foram recuperados nos último ano e levados às suas famílias ou a centros de acolhida. Além disso, o Ministério da Mulher e das populações vulneráveis, através de seu programa social Yachay, deu assistência a 26 mil destes menores. Atualmente, o governo está se dedicando às crianças de rua de 18 regiões do país. A atenção se dirige aos pais irresponsáveis e às máfias que exploram menores. A situação de extrema pobreza, segundo especialistas, é infelizmente um terreno fértil que alimenta o fenômeno. São muitos os casos em que os familiares expõem as crianças a altos riscos, deixando-os trabalhar sozinhos em estradas perigosas. O Peru é o país sul-americano com o maior número de menores trabalhadores e o Estado não é capaz de atuar programas de tutela para favorecer os menores. Segundo o Banco Mundial, o país registra 20,7% de crianças trabalhadoras, seguido pela Bolívia, com 20,2%.
(AP) (16/1/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network