ÁFRICA/SENEGAL - “Caritas Senegal está ao serviço de todos, porque a Caridade é parte integral do anúncio evangélico” afirma Dom Bassène

Segunda, 11 Janeiro 2016 caritas  

Dacar (Agência Fides) - “A Caritas Senegal quer ser solidária com o homem e estar ao seu lado cada vez que se encontrar diante das dificuldades da vida” disse Dom Jean Pierre Bassène, Bispo de Kolda e Presidente da Caritas Senegal, em seu discurso de abertura da 52ª Assembleia Geral da Caritas Senegal, em Tambacounda, em 9 de janeiro. Dom Bassène sublinhou que os Bispos locais investiram na Caritas “para recordar a si mesmos, assim como a toda a comunidade cristã, e à luz do ensinamento do Magistério, a importância da Caridade, no anúncio do Evangelho”.
Ao exortar os delegados da Caritas a agir sempre mais ao serviço dos pobres e dos pequenos, Dom Bassène anunciou que a Caritas Senegal investiu 985 milhões de francos CFA em um programa para a compra de equipamentos médicos para a construção de dois pavilhões do centro hospitalar universitário de Fann e do hospital São João de Deus, de Thies.
O programa, que visa circunscrever a epidemia de Ebola que abalou os países a África ocidental, foi elaborado com o apoio da Misereor e da Kindermissionswerk da Alemanha, com o Office National de l’Enseignement Catholique (ONECS), a Association Nationale des Postes de santé catholiques du Sénégal (ANPSCS) e a Association Nationale de la Promotion Féminine (ANPF).
O Presidente da Caritas Senegal recordou ainda que o organismo por ele presidido com seus parceiros, “no âmbito de seu programa de investimento, mobilizou cerca de 4 bilhões de francos CFA, contribuindo, junto com o Estado, aos esforços de resiliência das populações, a seu acesso aos serviços essenciais como água, higiene e segurança alimentar e outras problemáticas ligadas ao desenvolvimento de nossas comunidades”.
O Governador da região de Tambacounda elogiou o trabalho da Caritas senegalesa em benefício das populações desfavorecidas de todas as religiões e a contribuição “significativa” em prol do desenvolvimento do país”.
(L.M.) (Agência Fides 11/1/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network