VATICANO - Comunicado da Congregação para a Evangelização dos Povos

Quarta, 11 Novembro 2015 congregação para a evangelização dos povos  

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – A Congregação para a Evangelização dos Povos, também chamada “Propaganda Fide”, adere plenamente à linha de pensamento, de direção e de coração do Santo Padre Francesco em relação à vida e à reforma da Cúria Romana. Também está comprometida em respeitar os fins institucionais previstos na Constituição Apostólica “Pastor Bonus”, assim como se empenha em respeitar a vontade dos doadores que no curso dos anos quiseram contribuir com a Obra Missionária. Consequentemente, acolhe todas as reformas administrativas previstas pela Secretaria para a Economia e submete à mesma todos os orçamentos e balanços do Dicastério.
São, portanto, inaceitáveis certas insinuações feitas por alguns meios de comunicação, que difundem notícias que não correspondem à realidade. Escreveu-se por exemplo, que a Congregação alugue imóveis de luxo a preços de favor e inclusive que hospede uma sauna e seja proprietária do Hotel Priscilla.
Todos os imóveis de propriedade da Congregação, doados para as Missões, estão alugados com preços de mercado; há algumas exceções por motivo de situações de indigência. Tais imóveis são concedidos em locação no respeito da legislação italiana vigente, sendo a sua observância dever da Congregação proprietária e do inquilino.
A renda derivante da locação destes imóveis, sobre a qual são pagos regularmente impostos na Itália (em 2014 o Dicastério depositou 2.169.200 euros de IMU à ‘Roma Capital’), destina-se principalmente à manutenção da Congregação, da Pontifícia Universidade Urbaniana, do Pontifício Colégio Urbano, de Instituições Missionárias e de jovens Igrejas em territórios de missão.
Propaganda Fide é grata aos benfeitores que, com sua ajuda, consentem realizar o anúncio do Evangelho e o apoio de inúmeras iniciativas educativas, sociais e de saúde nos países mais pobres. Esclarece-se que caso se repita a divulgação de notícias não verídicas ou tendenciosas, esta Congregação será obrigada a tutelar a própria imagem nas sedes oportunas.
(Agência Fides 11/11/2015)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network