http://www.fides.org

Dossiê

2005-07-30

Instrumentum mensis Iulii pro lectura Magisterii Summi Pontifici Benedicti XVI, pro evangelizatione in terris missionum

O mês de julho marcou para Bento XVI uma breve pausa de repouso entre as montanhas de Les Combes (Val d’Aosta), na mesma residência de verão na qual João Paulo II se hospedou várias vezes. Um mês marcado pelos ataques terroristas em várias partes do mundo, que fizeram elevar a voz do Sumo Pontífice, mais uma vez, para implorar a intervenção do Onipotente para que console as vítimas e converta os corações.
Um mês marcado também pela reunião dos grandes do planeta na Escócia, reunião que permitiu ao Papa recordar, mais uma vez, os últimos da terra e, em especial, os sofrimentos e as privações do povo africano.
Nos Angelus dominicais, além disso, o Papa prosseguiu seus ensinamentos da doutrina cristã e abriu os tesouros da Sagrada Escritura.

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network