http://www.fides.org

Africa

2003-10-03

ÁFRICA/SENEGAL - ABERTA EM DAKAR A ASSEMBLÉIA DOS BISPOS AFRICANOS. O SECRETÁRIO DA CONGREGAÇÃO PARA A EVANGELIZAÇÃO DOS POVOS: “A IGREJA PARA A ÁFRICA A LÓGICA DA MARGINALIZAÇÃO”

Dakar (Agência Fides) – Começou em 01 de Outubro em Dakar (Senegal) a Assembléia Plenária do Simpósio das Conferências Episcopais da África e Madagascar (SECAM/SCEAM).
Na abertura, estava presente Dom Robert Sarah, Secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos que na sua homilia, durante a missa, saudou em nome da Congregação os representantes da Igreja africana: “ Vos trago o afeto e a bênção do nosso venerável Padre, Papa João Paulo II. Vos asseguro que ele não esqueceu Senegal e traz em seu coração, de modo especial, toda a África, recordando-se sempre dela em suas orações diárias”. Recordando a vocação missionária de todos os cristãos, Dom Sarah disse. “ A exemplo de Santa Teresa, humilde religiosa que tornou-se Padroeira das Missões e Doutora da Igreja, entendemos que a missão começa em primeiro lugar no coração, através da oração e da contemplação interior de Deus”.
Em seu discurso de abertura, Dom Sarah afirmou que a Igreja “se sente unida ao destino dos homens e das mulheres de nosso continente, e enfrenta com coragem todos os desafios e todas as situações diárias de sua vida. o cristianismo é parte integrante da história da África, da nossa herança religiosa, cultural e social”. Referindo-se à situação social do continente, o Bispo disse: “Os nossos povos foram nutridos por falsas promessas e de mentiras. As suas condições de vida se deterioraram, o respeito da sua dignidade e da sua liberdade de filhos de Deus conheceram somente tribulações e enganos. Diante do fatalismo que se difunde e que destrói a alegria das famílias e as esperanças do nosso continente, a Igreja rejeita para a África a lógica da marginalização, que está no centro do sistema da mundialização. Entre os grandes sonhos de independência, as ilusões perdidas das ideologias do desenvolvimento, a Igreja da África propõe pacientemente e com determinação a fé me Deus, a fé no quotidiano e a fé no amanhã, a fé no homem”. Por isto, segundo o Secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos, “ A responsabilidade dos Bispos é principalmente aquela de edificar a Igreja sobre pedras vivas que são os batizados, as pessoas consagradas, os leigos e os catequistas, todos os membros da Igreja unidos a todos os homens de boa vontade”. Neste contexto “o SECAM/SCEAM deve ter uma presença profética sobre o continente, ser um verdadeiro instrumento de comunicação e de colaboração pastoral entre as Igrejas locais”.
Dom Sarah por fim agradeceu Dom Théodore Adrien Sarr, Arcebispo de Dakar, e a toba a Conferência Episcopal do Senegal, Mauritânia, Cabo Verde e Guiné Bissau pelo caloroso acolhimento e pelos sacrifícios para a preparação de Assis.
A Assembléia se concluirá em 12 de Outubro.
(L.M) (Agência Fides 3/10/2003 – linhas: 37; palavras: 468)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network