http://www.fides.org

Atos da Santa Sé

2005-02-21

ASIA/BANGLADESH - Renúncia do Bispo de Khulna e nomeação do sucessor

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - Em 19 de fevereiro de 2005, o Santo Padre João Paulo II aceitou a renúncia ao governo pastoral da Diocese de Khulna (Bangladesh), apresentada por Dom Michael Atul D’Rozario, C.S.C., em conformidade com o cânone 401 § 1 do Código de Direito Canônico. O Santo Padre nomeou como Bispo de Khulna (Bangladesh) o Rev. P. Bejoy Nicephorus D’Cruze, O.M.OS., Superior da Delegação O.M.OS., para Bangladesh e Professor no Seminário Maior de Dhaka.
O novo Bispo nasceu em 9 de fevereiro de 1956 em Tuital, Arquidiocese de Dhaka. Após completar os estudos filosóficos e teológicos no Seminário Mario de Dhaka, emitiu os votos perpétuos como Membro dos Oblatos de Maria Imaculada (O.M.OS.) em 1º de novembro de 1986 e foi ordenado sacerdote em 20 de fevereiro de 1987. Desempenhou os seguintes cargos: 1987-1990: Vice-pároco nas paróquias de Lokhipur e Mugaipar, Arquidiocese de Dhaka; 1990-1992: Licença em teologia na Gregoriana; 1993-1996: Reitor do "Oblate Juniorate", Dhaka; 1996-1999: Láurea em Teologia na Gregoriana; 1999-2000: Reitor do "Oblate Juniorate", Dhaka. Desde 1999: Professor no Seminário Maior de Dhaka. Desde 2001: Superior da "Oblate Scholasticate", Dhaka, Superior da Delegação OMI em Bangladesh. Também é Membro do Comitê da "Caritas Bangladesh".
A Diocesi de Khulna, erigida em 3 de janeiro de 1952 com o nome de Jessore, tem sua sede episcopal na homônima cidade, desde 1956. É sufragânea da Arquidiocese de Dhaka. Tem superfície de 28.236 kmq, 15 milhões de habitantes (em maioria muçulmanos, com uma consistente minoria hindu), 28.665 católicos, 11 paróquias, 2 sub-paróquias, 70 estações missionárias, 38 sacerdotes (18 diocesanos e 20 missionários Xaverianos). Na Diocese, trabalham também um sacerdote estrangeiro incardinado, que desempenha ministério pastoral entre os nômades, 4 irmãos da Caridade, 105 religiosas de 10 Congregações, e a Comunidade Papa João XXIII, cujos membros se dedicam a obras pastorais, sociais, de caridade, de educação e evangelização. Os seminaristas são 41, e há ainda 54 catequistas em tempo integral. (S.L.) (Agência Fides 21/2/2005)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network