EUROPA/ ALBÂNIA - A CARITAS CUMPRE DEZ ANOS: AJUDAS MATERIAIS E PROXIMIDADE COM O POVO

Sexta, 2 Maio 2003

Tirana (Albânia) – Há dez anos, juntamente com a visita do Santo Padre, nascia a Caritas Albânia. O decênio coincide com o tempo da “redescoberta” da Igreja, mantendo-se fiel em uma nação sob ditadura comunista. O renascimento da Caritas Albânia viu a presença constante da caritas italiana “ Em um país com um tesouro social a ser reconstruído, a caritas procurou colocar em foco o seu papel, sempre mais próxima das pessoas. Um testemunho muito importante, porque o regime comunista havia feito da propaganda anti-católica uma das pilastras da própria existência”, explica à Agência Fides Ferruccio Ferrante, da Caritas Italiana. “As emergências em um decênio foram tantas, não a última a guerra de Kosovo: a Caritas procurou dar esperança às pessoas, além de ajuda material”.
A Caritas Italiana favoreceu e manteve desde o início a criação da Caritas Albânia e continua a cooperar com pessoal no local e suporte aos programas nacionais. desde 1991 até hoje, fez 32 intervenções estruturais, sociais e sanitários; 142 intervenções de 66 Caritas diocesanas italianas, 16 aquelas de 9 delegações regionais .
A Caritas Albânia pode contar hoje com 20 operadores que atuam no setor social sanitário, administrativo e alfandegarias. Além dos numerosos voluntários e de muitos outros operadores empenhados nos serviços das sete Caritas diocesanas locais. A Caritas continua a crescer, não obstante as crises que investem-se contra a Albânia. “ Mas este crescimento – observam alguns operadores da Caritas Albânia – tem necessidade de colocar raízes ainda mais profundas. e aquilo que esperamos possa ocorrer nos próximos anos”. (Agência Fides 2/5/2003 – linhas: 23; palavras: 302)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network