http://www.fides.org

News

2014-08-29

ÁSIA/FILIPINAS - Bispos filipinos: “Daremos a nossa contribuição para contrastar o ISIS”

Manila (Agência Fides) – A Igreja católica nas Filipinas fará a sua parte para contrastar as ações brutais do ISIS, o Estado Islâmico do Iraque e do Levante que está terrorizando o Norte do Iraque: é o que promete o Arcebispo Socrates Villegas, Presidente da Conferência Episcopal das Filipinas, assegurando a contribuição da Igreja local no país e no exterior.
Como referido à Fides, de um lado a Igreja nas Filipinas se preocupa em ajudar, através de campanhas de doações e solidariedade, os cristãos e outras populações deslocadas por causa da violência dos militantes islâmicos no Iraque. Por outro lado, quer desencorajar a população filipina de religião islâmica (que no Sul do arquipélago conta 6 milhões de pessoas) a abraçar as teorias do Califado e nutrir as tentações de se unir à violência.
O arcebispo recordou com pesar os “abusos, decapitações e violências de todo tipo, que mostram o extravio completo da religião”. “Massacrar, matar e destruir em nome de Deus é uma mensagem terrível enviada ao mundo. Dessa maneira se diz que a religião é instrumento de morte e que a fé pode criar muita maldade”, explicou.
A Igreja filipina manifesta preocupação também porque alguns militantes de grupos extremistas islâmicos filipinos como “Abu Sayyaf” expressaram seu apoio ao ISIS, enquanto outros grupos islâmicos oficiais como o MILF (Moro Islamic Liberation Front), que assinou recentemente um acordo com o Governo de Manila, renegou teses e ações.
Segundo alguns relatórios, os guerrilheiros filipinos teriam chegado ao Iraque e Síria para lutar ao lado dos terroristas. As autoridades filipinas estão levando em consideração a criação de um banco de dados especial para monitorar o movimento dos cidadãos filipinos rumo ao Oriente Médio. (PA) (Agência 29/8/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network