http://www.fides.org

News

2014-07-30

ÁSIA/FILIPINAS – Toda a população católica celebra o nascimento do habitante 100 milhões

Manila (Agência Fides) – A pobreza sempre foi no país um problema grave. Muitas vezes os governos e instituições promovem a esterilização ou outras medidas preventivas como expediente para a sua erradicação. Na realidade não resolvem o problema. Em resposta a isso, o Population Research Institute (PRI) celebrou recentemente o nascimento do habitante 100 milhões. A ilha católica atingiu o objetivo não obstante as intensas pressões de legalização ao aborto e aplicar o controle coercitivo da população. Trata-se de uma menina sobrenomeada e festejada como “Baby 100 Million.” As Filipinas são um dos maiores países católicas do mundo e a população dá um enorme valor às crianças. São muitos os que sustentam que cada novo nascimento penaliza o crescimento econômico do país, mas são também muitos os que pensam o contrário, que o aumento da população não é um peso para o país e nem para o mundo inteiro. De fato, a sua qualificada e exemplar mão de obra é uma das mais procuradas. O típico filipino não associa uma criança com um “custo” ou “despesa”, mas como uma “bênção” e “dom”. Eles reconhecem que a verdadeira felicidade não vem do acúmulo de riquezas materiais ou do prestígio, mas dos relacionamentos verdadeiros, genuínos e fortes com as outras pessoas. A vida tem valor não poque diz a Igreja, mas porque é assim. Em 8 de julho passado, a Conferência Episcopal das Filipinas (CBCP) publicou o guia pastoral sobre a atuação da lei sobre a saúde reprodutiva, em que os bispos dão uma descrição dos pontos salientes da sentença da Corte Suprema que acreditam possa ser útil para o ministério pastoral e o discernimento. (AP) (30/7/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network