http://www.fides.org

News

2014-07-28

ÁFRICA/RD CONGO – É necessário vacinar as crianças contra o sarampo

Kinshasa (Agência Fides) – Concluiu-se a campanha de vacinação contra o sarampo nos quatro distritos de saúde de Lumbishi, Numbi, Tushunguti e Shanje, e nas localidades montanhosas de Minova, conhecidas como Hauts Plateaux, áreas no leste da República Democrática do Congo (RDC).
A campanha, realizada pela Ong Médicos Sem Fronteiras (MSF) na Província do Kivu Sul, beneficiou quase 38 mil crianças e adolescentes de 6 a 15 anos. Agora está em andamento no distrito limítrofe de Kalonge. As mudanças são muitas vezes complexas e em algumas localidades é possível chegar somente a pé ou de moto, correndo o risco de prejudicar a cadeia de frio necessária para preservar e utilizar as vacinas. Além disso, não faltam complicações causadas pelos conflitos dos grupos armados que criam obstáculos nos pontos mais remotos. Quase dois terços da população vacinada, 23.257 num total de 37.852 pessoas, eram crianças com menos de 5 anos. Além da metade, quase 15 mil, foram submetidas ao exame definitivo Middle Upper Arm Circumference (MUAC) capaz de detectar o grau de desnutrição com a medida do perímetro do braço e quase 500 crianças resultaram desnutridas. Na área de Kalonge, sempre na província do Kivu Sul, MSF espera imunizar pelo menos 65 mil pessoas nas duas próximas semanas. No final de 2012, uma das epidemias de sarampo contagiou mais de 700 crianças no distrito de Bunyakiri, perto de Minova. A doença, especialmente nas crianças, pode ser letal se não for logo curada e se evita simplesmente com uma vacina. É muito contagiosa e pode causar complicações como pneumonia, desnutrição, desidratação aguda, otite e infecções nos olhos que podem também levar à cegueira.
Um estudo realizado pelo Epicentre, centro de pesquisa epidemiológica de MSF, indica que de 2010 a 2013 na RDC foram registrados cerca de 300 mil casos, dois terços dos quais em crianças com menos de 5 anos, e mais de 5 mil pacientes, 1,7% do total, morreram. (AP) (28/7/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network