http://www.fides.org

News

2014-07-04

ÁFRICA/SOMÁLIA – Em viagem o primeiro contêiner de medicamentos da Caritas Somália e Ong Perigeu destinado ao Governo somali

Mogadíscio (Agência Fides) - A Somália é um dos estados onde se registram os índices de desnutrição e mortalidade mais elevados do mundo. As emergências no país são sempre muitas e incontroláveis e recentemente, graças a uma iniciativa promovida e organizada pela Ong Perigeu através da embaixada da Somália na Itália e de acordo com a Caritas Somália, na pessoa de Dom Giorgio Bertin, OFM, Bispo de Djibuti e Administrador Apostólico de Mogadíscio, acaba de sair o primeiro contêiner de medicamentos destinados ao país africano. A este respeito, a Agência Fides ouviu de Paris, Dom Bertin, que voltou recentemente de Mogadíscio. O bispo disse que estava muito feliz com este primeiro passo e consolado por seus encontros com os somalis que querem o bem de seu país. "Na Somália atualmente reina um estado de confusão geral entre as instituições estatais que estão lutando para nascer e a interferência dos clãs que travam este renascimento. A situação da saúde no país é melhor em relação a Puntland e Somalilândia. Em Mogadíscio, não faltam instituições de saúde além de centros e dispensários abertos por alguns médicos com iniciativas individuais. Em junho deste ano, fui convidado pelo primeiro-ministro da Somália para falar sobre a situação de Merka e Qoriolei, onde nos anos 80 a Caritas Somália construiu um hospital que tinha sido destruído com a queda do Estado. Ele nos pediu para intervir a fim de recuperar a área do grupo insurgente islâmico Al Shabaab.
Os obstáculos são muitos por causa das fortes tensões entre os clãs, a confusão entre o papel do islamita al-shabahbe e o governo que está prestes a renascer. No entanto, fiquei profundamente impressionado com os encontros que tive com os somalis que optaram por trabalhar para o bem do seu país, prontos a sacrificar-se, deixando um emprego seguro e correndo muitos riscos para as suas próprias vidas", concluiu o bispo. Por sua parte, o Dr. Gianluca Frinchillucci, Diretor Estratégico do Perigeu que cuida das relações com a Somália, nos disse que "a ideia desse projeto nasceu depois de que em 2010, a ONG conseguiu enviar medicamentos a Puntland, colocados à disposição por CMMB, por meio da Pontifício Conselho da Pastoral para os Agentes de Saúde, Caritas italiana e Banco Farmacéutico". "Agora, graças a Caritas Somália e à embaixada da Somália na Itália realizamos o mesmo projeto para a Somália. Depois de entrar em contato com a embaixada na Itália e Dom Bertin, concordamos na realização da iniciativa. Caritas Somália e a Diocese de Mogadíscio forneceram fundos para o transporte, a Ong Perigeu doou medicamentos para a Embaixada da Itália. Esta, por sua vez, está vendo com o Governo que irá distribuí-los nos hospitais locais. Este é apenas o começo, porque já estão prontos outros medicamentos para Mogadíscio", concluiu Frinchillucci. (AP) (4/7/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network