http://www.fides.org

News

2014-06-06

ÁSIA/INDONÉSIA - A intolerância religiosa é um problema em Java central

Jacarta (Agência Fides) – A intolerância religiosa permanece um problema sério na província de Java central, vítima de graves episódios de violência religiosa em 2014: é o que afirma, numa nota enviada à Agência Fides, o Instituto de estudos sociais e religiosos (Elsa), centro de estudos com base em Semarang. O instituto cita vários episódios: o vandalismo de um templo hinduísta na área de Sragen; vários casos de confrontos entre alguns cidadãos residentes e membros do grupo radical “Frente dos defensores do Islã” (os radicais acusam os cidadãos de serem muçulmanos “pouco militantes”, não alinhados com o Islã). Entre os episódios de violência, estão as agressões contra a sala de oração de uma comunidade protestante, com pedras e outros objetos contundentes, no distrito de Sleman (nas proximidades de Yogyakarta) e, sempre no mesmo distrito, contra os fiéis da paróquia católica da Sagrada Família de Banteng.
Segundo o instituto, “esses episódios de intolerância religiosa se tornaram típicos” e dependem em grande parte da presença de grupos islâmicos radicais no território que, segundo o Mudjahirin Thohir, docente muçulmano na Universidade de Semarang, “perpetuam atos de violência em nome da religião, abusando da mesma”. Esses grupos manipulam o conceito de “jihad”, explicou, e são influenciados por fatores externos.
O instituto convida os líderes religiosos, principalmente os islâmicos, a tornar os fiéis “mais maduros para compreender a religião no contexto de uma nação pluralista como a Indonésia” e convida o governo indonésio a “agir com firmeza contra quem recorre à violência em nome da religião”. (PA) (Agência Fides 6/6/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network