http://www.fides.org

News

2014-06-03

ÁSIA/LÍBANO - O Patriarca ortodoxo Yohanna X convoca a Conferência eclesial de Antioquia

Trípoli (Agência Fides) – Numa carta pública dirigida a todos os membros de sua Igreja, o patriarca ortodoxo de Antioquia, Yohanna X al-Yazigi, convocou uma Conferência Geral da Igreja, que será realizada de 26 a 28 de junho, no Mosteiro de Nossa Senhora de Balamand, perto da cidade libanesa de Trípoli. Na carta de convocação, enviada à Agência Fides, a Conferência eclesial é apresentada pelo Patriarca como uma preciosa ocasião para reconfigurar e reforçar a presença e atividade pastoral do Patriarcado de Antioquia nos países do Oriente Médio que abrigam suas dioceses e suas paróquias.
"Nós – escreve o Patriarca – olhamos para a Igreja como uma realidade a serviço do mundo que Deus amou e para a salvação para a qual sofreu a paixão e ressuscitou. Estamos conscientes da importante tarefa que nos foi confiada nas circunstâncias atravessadas na região. O corpo de nossa Igreja de Antioquia", reconhece o Patriarca "continua sofrendo na Síria, Líbano e Iraque, e nossa realidade humana árabe continua oprimida e sem pátria na Palestina".
Na opinião do Patriarca, a conferência terá como objetivo principal expressar a preocupação das dioceses e paróquias pela condição vivida pelas nações que sofrem no Oriente Médio: "Quando afirmamos a nossa unidade", disse o Patriarca, "assumimos a nossa tarefa: enxugar as lágrimas de todos", sem distinção "entre os filhos cristãos e muçulmanos de nossa sociedade". Concretamente, o compromisso renovado de responsabilidade se traduz, segundo o Primaz da Igreja Ortodoxa de Antioquia, em assumir as “maiores exigências pastorais", mesmo no campo dos serviços educacionais, nas iniciativas de caridade e obras sociais, em benefício de todos. S. B. Yohanna reconhece que "em nossa região se experimenta um momento em que a conjugação entre política e religião está tendo repercussões negativas para os fiéis e comunidades religiosas". Ele, portanto, convidada a vigiar sobre as situações em que “mesmo os adjetivos cristão e ortodoxo” são instrumentalizados para interesses pessoais e por motivos que não têm nada com a mensagem cristã".
Dentre os campos sugeridos por uma presença eclesial renovada, o Patriarca ortodoxo de Antioquia indica também o setor da comunicação, convidando a promover iniciativas “para proteger a Igreja a fim de que não seja tomada como refém dos meios de comunicação administrados por outros”.
Yohanna X al-Yazigi foi eleito Patriarca ortodoxo de Antioquia em dezembro de 2012. É irmão do metropolita ortodoxo de Aleppo, Boulos, sequestrado por em 22 de abril de 2013 junto com o metropolita sírio ortodoxo de Aleppo Mar Gregorios Yohanna Ibrahim. (GV) (Agência Fides 3/6/2014).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network