http://www.fides.org

News

2014-06-02

ÁSIA/LAOS - Cristão preso e ridicularizado pela polícia por não renunciar a fé

Savannakhet (Agência Fides ) - Cinco agentes de segurança no povoado de Loynam, no distrito da província de Nong Savannakhet, prenderam um homem cristão chamado Sort, o amarraram num poste e, em seguida, zombaram dele e o detiveram, pedindo-lhe para renunciar à fé cristã. O homem, que não cedeu, ainda está preso no cárcere do distrito de Nong. Segundo Fides, um ano atrás, Sort, 40 anos, converteu-se ao cristianismo, tornando-se o primeiro cristão no distrito de Nong, composto por cerca de 20 povoados. Temendo a difusão do cristianismo “como um vírus”, em 15 de maio, as autoridades da Polícia entraram na casa de Sort, ordenaram-lhe de abandonar a fé, ameaçando-o de expulsá-lo e confiscar todos os seus bens. O homem respondeu : “Eu escolhi a fé cristã e não transgredi nenhuma lei”. Os agentes, depois de inúmeras tentativas de persuadi-lo, em 29 de maio, o prenderam, realizando uma ação totalmente ilegal.
Numa nota enviada à Fides, a Ong “Human Rights Watch for Lao Religious Freedom” (HRWLRF) exorta o governo do Laos a libertar imediatamente Sort, a punir o abuso da polícia e respeitar o direito do povo à liberdade religiosa, garantida pela Constituição do Laos.
Nos dias anteriores, na mesma província de Savannakhet, muitas vezes palco de violações e abusos contra os cristãos, a três alunas de 14 e 15 anos não foi permitido fazer as provas de final do ano letivo, por causa de sua fé cristã. Os cristãos na área apresentaram recurso às autoridades da escola do distrito, que abriram uma investigação sobre o caso. Conforme referido à Fides por HRWLRF, em 25 de maio, no povoado de Donpalai, sempre na província de Savannakhet, a polícia invadiu um centro de oração, confiscando 53 bíblias aos fiéis cristãos protestantes, sem nenhum motivo oficial. (PA) (Agência Fides 2/6/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network