VATICANO - Uma Igreja dinâmica, vital e em crescimento, não obstante as dificuldades: o Cardeal encontra os bispos e sacerdotes de Camarões

Sexta, 30 Maio 2014

Bamenda (Agência Fides) - O dinamismo, a vitalidade, o compromisso e crescimento da Igreja nos Camarões, "resultado do excelente trabalho missionário feito por muitos religiosos e religiosas do passado que nos honra; mas também é o fruto do trabalho pastoral que vocês fazem em suas respectivas dioceses, com grande sacrifício e dedicação", foi evidenciado pelo Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, Cardeal Fernando Filoni, em seu encontro com o bispos do país africano, na noite de 28 de maio, em Bamenda (veja Fides 26/05/2014; 27/05/2014).
"Apesar dos recursos limitados à sua disposição e muitas vezes em condições difíceis - observou o cardeal - a Igreja Católica contribui significativamente para aliviar o sofrimento das pessoas atingidas pela pobreza, insegurança e outras constrições sociais. Eu sinceramente quero incentivá-los a continuar nesta importante missão de anunciar o Evangelho e promover o desenvolvimento humano, seguindo o exemplo de Jesus, nosso Divino Mestre".
Depois de recomendar aos Bispos de cultivar sempre o espírito de comunhão, o Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos se deteve em algumas prioridades pastorais a serem abordadas "com coragem e lucidez", tais como "o renascimento da Evangelização ad gentes, a pastoral da família, a formação permanente do clero e dos leigos. Não podemos nos esquecer de adicionar os problemas associados com a proliferação de seitas e outros grupos de renovação heterodoxas, bem como um tribalismo crescente que está infectando a diocese, poluindo a atmosfera de comunhão e unidade, infelizmente, no coração do clero e das comunidades religiosas".
No final do seu discurso, o Cardeal Filoni lembrou que a Congregação para a Evangelização dos Povos "continua acompanhando com atenção e grande preocupação a situação no norte do país", onde foram sequestrados três missionários, dois sacerdotes e uma religiosa.
Na tarde de 29 de maio, o Prefeito do Dicastério Missionário se reuniu com os sacerdotes. "Eu sei muito bem quão difícil é seu trabalho – disse a eles o cardeal - que vocês desempenham em contextos que muitas vezes são muito exigentes, e em circunstâncias que são difíceis e até mesmo dolorosas, devido a todos os tipos de dificuldades. Não fiquem imóveis e paralisados. Deixem que essas situações difíceis acendam novamente dentro de vocês o fogo e ardor missionário, para que possam continuar proclamando com coragem o Evangelho, que é a fonte da verdadeira libertação e salvação".
Depois de afirmar que "a evangelização é a primeira tarefa da Igreja", o Cardeal Filoni recomendou aos sacerdotes de aprofundarem a sua vida espiritual: "lembrem-se de que a fecundidade de seu ministério sacerdotal e a eficácia de sua ação pastoral dependem essencialmente de sua comunhão com Cristo". Então, ele se deteve sobre o valor do celibato, estilo de vida adequado do sacerdote, a relação com os leigos, a administração dos bens materiais, retomando algumas exortações feitas pelo Papa Francisco sobre isso. Por fim, o cardeal recomendou a viver na "alegria de ser sacerdotes", uma alegria que não é uma emoção momentânea, mas é dada pela consciência do "sentir-se amado por Deus, sentir que para Ele não somos números, mas pessoas e experimentar que é Ele quem nos chama". (SL) (Agência Fides 30/05/2014)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network