http://www.fides.org

News

2014-05-22

ÁFRICA/MALÁUI - A desorganização atrapalha a realização das eleições

Lilongwe (Agência Fides) - No Maláui a organização caótica das eleições presidenciais, parlamentares e locais de 20 de maio gerou tensões e confusões. "Até as primeiras horas da manhã de 20 de maio os problemas logísticos aumentaram", disse à Agência Fides Pe. Piergiorgio Gamba, missionário monfortano que vive e trabalha há décadas no país.
“Especialmente nas cidades se advertiu a desorganização (falta de cédulas eleitorais, confusão de distritos e candidatos) até o ponto que foi crescendo a reação violenta do povo. Dentre outros fatos foram acesas espontaneamente fogueiras para destruir as cédulas incorretas, por medo de que fossem usadas” disse o missionário.
Nos locais onde as cédulas chegaram atrasadas se continuou a votar até a noite (nas seções equipadas com geradores elétricos, e nas que não tinham a votação ocorreu na manhã seguinte) e onde as cédulas foram destruídas ou estavam erradas (em particular em Blantyre e Lilongwe), votou-se no dia seguinte. Onde a votação ocorreu regularmente teve início a contagem dos votos.
"As autoridades pediram ao povo para manter a calma, mas isso não significa que as muitas dúvidas que caracterizam estas eleições vão dar origem a diferentes contestações", concluiu Pe. Gamba. (L.M.) (Agência Fides 22/5/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network