http://www.fides.org

News

2014-05-10

ÁSIA/CHINA - A comunidade católica chinesa vive intensamente o mês mariano

Pequim (Agência Fides) – Peregrinações, terços, horas de adoração, procissões e celebrações eucarísticas solenes, obras de caridade, mantendo a porta da Igreja sempre aberta aos fiéis e àqueles que desejam entrar: são algumas iniciativas que distinguem o mês de maio que a comunidade católica está vivendo intensamente, permeado na profunda devoção mariana dos chineses.
Segundo informações apuradas pela Agência Fides, em 9 de maio, dia do 90° aniversário da aparição da Virgem de Lang Shan (um dos 12 Santuários marianos da China com o titulo de pontifício), na diocese de Hai Men (Nan Tong), da província de Jiang Su, na China continental, foi celebrada a solene benção do novo relicário colocado na Catedral, com as relíquias de Santa Teresa de Lisieux, Padroeira das Missões, que é o único do Extremo Oriente (veja Agência Fides 2014/03/22). Segundo o Bispo de Hai Men, Dom Shen Bin, a cada ano, em 9 de maio, o Santuário acolhe “milhares de fiéis que rezam pela evangelização do mundo e da China”. A diocese quis que o Santuário mariano e o relicário de Santa Teresinha se tornassem pontos de referência da devoção mariana e de um novo impulso evangelizador.
Dentre as outras iniciativas, no início do mês de maio, os seminaristas, religiosas e leigos que estudam no Seminário da diocese de Pequim realizaram uma peregrinação mariana às paróquias do distrito de Tong Zhou, a Pequim.
Para atender às exigências dos fiéis para o mês mariano, principalmente dos trabalhadores imigrantes, a paróquia de Nan Tang, da diocese de Xi An, acrescentou a celebração de mais uma Missa dominical vespertina, para que todos participem. Segundo o pároco, “acrescentar uma Missa não é apenas uma formalidade, mas uma resposta concreta às exigências espirituais e pastorais dos fiéis”. (NZ) (Agência Fides 2014/05/10)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network