http://www.fides.org

News

2014-05-09

ÁSIA/PAQUISTÃO – Assassinado um advogado muçulmano comprometido com as vítimas da blasfêmia

Multan (Agência Fides) – Rashid Rehman, advogado e ativista dos direitos humanos foi morto na quarta-feira, 7 de maio, numa execução ocorrida em seu escritório em Multan. Conforme referido a Fides, Rehman e um colega estavam sentados com um cliente, quando alguns homens armados invadiram o local, matando-o e ferindo os outros dois homens. Rehman era muçulmano conhecido por sua oposição à lei da blasfêmia. Em sua vida profissional defendeu várias vítimas inocentes e atualmente representava Junaid Hafeez, muçulmano acusado de blasfêmia, professor no Bahauddin Zakariya University, sob processo. Rehman era também coordenador da Ong “Human Rights Commission of Pakistan” (HRCP) em Multan e por alguns meses recebeu ameaças.
Condenando o grave homicídio, numa nota enviada à Fides, o advogado cristão Sardar Mushtaq Gill, defensor dos direitos humanos e responsável pela ONG “LEAD” (“Legal Evangelical Association Development”), recorda: “Os advogados que representam os acusados de blasfêmia e são contrários ao abuso da lei muitas vezes são ameaçados de morte por extremistas. Muitos deles tiveram que deixar o país". No entanto, afirma, "as ameaças e os episódios mortais não irão desencorajar o nosso compromisso com a tutela dos direitos humanos e das minorias no Paquistão". (PA) (Agência Fides 9/5/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network