http://www.fides.org

News

2014-04-25

ÁSIA/LÍBANO – O Patriarca armênio católico Tarmouni: positivas, mas não suficientes as condolências de Erdogan

Beirute (Agência Fides) - "O que fez o Premier turco Tayyip Erdogan é uma coisa boa e positiva, mas é uma coisa mínima em relação ao que esperam todos os armênios. É como conceder a uma pessoa três por cento daquilo que ela tem direito". Assim, o patriarca armênio católico, Nerses Bedros XIX Tarmouni, comentou com a Agência Fides a medida do primeiro-ministro turco Erdogan que em 24 de abril, dia em que se comemora o 99º aniversário do Genocídio Armênio, manifestou pela primeira vez as condolências da Turquia aos descendentes de armênios mortos nas circunstâncias do início do século XX, acrescentando que "é um dever humano entender e partilhar o desejo dos armênios de comemorar o seu sofrimento durante esse período". Segundo o Patriarca Tarmouni, a decisão de Erdogan "é certamente positiva, mas parece ser muito pequena para contentar as expectativas e esperanças dos armênios que esperaram 99 anos para o reconhecimento do que acontece agora". Em suas declarações, Erdogan não usou o termo "genocídio" e sublinhou que os sangrentos acontecimentos em concomitância com o fim do Império Otomano dizem respeito a turcos, árabes, curdos. (GV) (Agência Fides 25/4/2014).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network