http://www.fides.org

News

2014-04-09

AMÉRICA/BOLÍVIA – Depois dos confrontos, o Presidente Morales muda o ministro e encontra os mineiros

La Paz (Agência Fides) - A aprovação da nova lei sobre a mineração, na Bolívia, na semana passada, provocou protestos sociais dos mineiros em que houve 3 mortos e centenas de feridos entre manifestantes e polícia. No domingo, 6 de abril, o Arcebispo de Santa Cruz, Dom Sergio Gualberti, convidou o Governo e líderes de cooperativas dos mineiros para agirem com sabedoria e discernimento, abandonando o confronto a fim de evitar mais mortes. Dom Gualberti citou, entre outros, a recente mensagem da Conferência Episcopal Boliviana (CEB), que afirma: "A nossa sociedade precisa abandonar a crescente e cada vez mais evidente corrupção na administração da justiça, que prejudica a coesão social e cria insegurança".
Os mineiros, depois da intervenção do Arcebispo e considerada a possibilidade de se reunir com o Presidente Morales, suspenderam as manifestações. Ontem, de acordo com a nota enviada à Fides, o Presidente Morales nomeou um novo ministro do setor, fato incomum neste período do ano, e mencionou supostos "interesses escusos" da equipe técnica do ministro cessante. Ele também advertiu que os contratos entre cooperativas e empresas privadas serão submetidos a investigação, depois que o Governo anunciou ter identificado 42 contratos ilegais entre o setor de cooperativas e empresas multinacionais. Tem despertado grande surpresa o fato de que, imediatamente após a nomeação, o novo ministro tenha sigilado os escritórios da "Corporación Minera Boliviana" para uma verificação contábil interna.Segundo a imprensa local, o Presidente Morales se encontrará com os mineiros na quinta-feira, 10 de abril. (CE) (Agência Fides, 09/04/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network