http://www.fides.org

News

2014-03-11

ÁFRICA/SUDÃO DO SUL – Inaugurada a ala pediátrica do hospital de Yirol

Yirol (Agência Fides) - Na situação de instabilidade do país, no sábado 8 de março, a ONG Médicos com a África Cuamm abriu uma nova ala pediátrica do hospital em Yirol que irá acolher cerca de 3.500 crianças doentes por ano. A estrutura tem uma capacidade de 20 leitos e é composta por dois quartos hospitalares de 10 leitos cada um, dois quartos para médicos e enfermeiros, deposito, fichário, ambulatório e uma sala que servirá como unidade de terapia intensiva (com 10 leitos). O edifício está rodeado por uma grande varanda para permitir aos doentes, segundo o costume Dinka, de ficar do lado de fora, se as condições de saúde permitem. "Um pequeno milagre se pensamos que o trabalho, iniciados em junho de 2013, foram concluídos com a guerra em andamento, durante o período mais forte dos confrontos entre final de dezembro e meados de janeiro", disse Pe. Dante Carraro, diretor do Cuamm. "Este edifício foi construído para aumentar os serviços oferecidos às crianças e melhorar a qualidade, coisa difícil até hoje, quando a ala estava unida à ala dos adultos. Agora, finalmente, temos esta nova grande construção", disse John Akec, administrador do hospital.
No Sudão do Sul, o mais jovem país africano que agora vive uma perigosa instabilidade interna, pobreza e desnutrição se unem a um sistema de saúde frágil, em especial no que diz respeito à assistência materno-infantil. A mortalidade infantil atinge 135 crianças a cada 1.000; 32,9% das crianças com menos de cinco anos está abaixo do peso e, dessas, 13,5% sofre de desnutrição crônica. Somente 2,7% das crianças com menos de dois anos de idade recebeu todas as vacinas. O hospital de Yirol é a referência para uma população de 400 mil habitantes. Em 2006, o Cuamm aceitou o desafio de reabri-lo, depois de um longo período de guerra civil. Desde então, foi progressivamente reabilitado, reativando alguns departamentos. A nova pediatria se acrescenta à sala operatória e reabilitação cirúrgica, sala parto e departamento de obstetrícia e ginecologia, de medicina, farmácia e laboratório, ambulatório para pacientes externos, Emergency Room e clínica materno-infantil. Somente no último ano, o hospital garantiu 41.949 consultas ambulatoriais, 8.677 internamentos, 8.933 consultas pré-natais, 1.089 partos, 44.205 vacinações. (AP) (11/3/2014 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network