http://www.fides.org

News

2014-02-18

ÁSIA/CINGAPURA – Arcebispo Goh: “Santificar o trabalho com a oração”

Cingapura (Agência Fides) – É a oração que faz de todo cristão apóstolo evangelizador. Partindo desta convicção, o Arcebispo de Cingapura, Dom William Goh, enviou uma mensagem a todos os trabalhadores, dependentes, agentes pastorais e voluntários engajados em organizações católicas, paróquias, escolas, movimentos e associações. Na mensagem, recebida pela Agência Fides, Dom Goh afirma: “Inspirando-me nas exortações do Papa Francisco, quero encorajar todas as organizações da Arquidiocese a rezar todos os dias no escritório, de manhã, ao meio-dia e à noite, com a Liturgia das horas, e a realizar uma ‘leitura orante’ das Escrituras juntos, pelo menos uma vez por semana”. Com efeito, explica o prelado, “sem a oração, nosso trabalho se torna estéril e banal, perde a vitalidade e a alegria. Com a oração, nosso trabalho se torna uma vocação, nossos escritórios, lugares de alegria e amor fraterno, nos quais proclamarmos a alegria do Evangelho a todos e ao mundo”.
“Os primeiros destinatários da Boa Nova – recorda o texto – somos nós que trabalhamos na vinha do Senhor: desse modo o anúncio se torna vida que envolve todos nós engajados nos vários campos do apostolado”. A urgência da "nova evangelização" envolve, em primeiro lugar "uma conversão pessoal de cada católico", ressalta. "Ninguém deve pensar – prossegue - que este convite não é para ele, já que ninguém está excluído da alegria trazida pelo Senhor”.
O arcebispo convida a formar comunidades cristãs de oração, até mesmo nos locais de trabalho. “As nossas comunidades cristãs devem tornar-se autênticas escolas de oração, onde o encontro com Cristo não se exprima apenas em pedidos de ajuda, mas também em ação de graças, louvor, adoração, contemplação, escuta , até que o coração verdadeiramente se apaixona". Uma intensa e constante oração, de fato, abrindo o coração ao amor de Deus, “o abre também ao amor de nossos irmãos e irmãs, e nos torna capazes de construir a história segundo o desígnio de Deus”, conclui. (PA) (Agência Fides 18/2/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network